segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O filho pródigo...

Ok caros seguidores (qualquer anglo-saxónico reagiria a este começo de frase com um sarcástico "yeah, right!") o que se passa neste preciso momento é o seguinte: Decidi recomeçar a escrever neste pequeno espaço pessoal na world wide web que me foi gentilmente cedido pelos servidores blogger (este seria um bom momento para alguém tecer um comentário do género "toda a gente tem um blog estes dias").

De qualquer forma, antes que se questionem acerca do porquê de se terem passado tantos meses sem um único post, devo alertá-los que tomei a decisão de viver a minha vida segundo uma escala de tempo geológica pelo que, pelas minhas contas, apenas passaram alguns segundos desde o meu último devaneio tornado público (eu sei que é uma desculpa rebuscada demais, mas a alternativa era ter sido raptado por extraterrestres e isso, convenhamos, é simplesmente ridículo).

Por isso, bem vindos de volta a um mundo onde a realidade e as minhas projecções mentais se confundem...ou será que não? Ou será que sim ? Ou será talvez? Ou será que...EI!! Já estou atrasado para a minha sessão de terapia psiquiátrica!!

Até já (e agora não estou a falar em tempo geológico)!

1 comentário:

RuiFTSantos disse...

e regressas em grande..como sempre ;)