domingo, 12 de outubro de 2008

National Drunkographic


Nos últimos tempos tenho sentido uma espécie de comichão dentro da minha cabeça e, conhecendo-me como me conheço (ou julgo conhecer...), penso que se trata de uma teoria em formação.

Basicamente, prende-se com o facto fabuloso da ingestão de quantidades quase suicidas de álcool, em ambiente social.

Várias pessoas já me ouviram de certeza a enunciar algumas das premissas que compõem esta pseudo-investigação e concordaram com elas, pelo menos em parte e as quais tentarei enunciar conforme os resultados me vão sendo revelados.

Premissa 1-" Existem, pelo menos, 5 tipos de bêbados"

a) O bêbado fixe - aquele que se sabe comportar,divertido, sociável e que raramente fica mal-disposto.

b)O bêbado agressivo - aquele cuja testosterona decide comportar-se como uma pita quando vai ao hi5 e recebe um comentário "daquele" rapaz, ou seja, aos saltos. Quer bater em tudo. Animado ou inanimado.

c)O bêbado aterrado - aquele que, apesar de muitas advertências, teima em achar que um estabelecimento de diversão noctura repleto de pessoas eufóricas, mais enevoado do que os picos dos Andes e com música cuja potência por vezes faz um motor de propulsão de um caça parecer uma cantiga de embalar é o local ideal para "descansar os olhinhos" um bocadinho.

d)O bêbado chorão - aquele com um hipofuncionamento das glândulas lacrimais despoletado pelo etanol em excesso. Os motivos do foro psicológico que levam a esta reacção ainda não foram totalmente explicados.

e)O bêbado amoroso - aquele cuja distribuição anómala de sentimentos de afecto potenciada pelo consumo de bebidas alcoólicas lhe permite babar-se a durante longos períodos quando se encontra próximo (ou pelo menos no campo visual) de belos espécimes do sexo oposto.


Fiquem atentos a mais desenvolvimentos desta importantíssima investigação comportamental do bicho humano.

Aqui o David Attenborough da blogosfera espera por vocês...

4 comentários:

Rita disse...

looooooooooooool
ADOREI bebé :P

Rita disse...

qual és tu bé? :)

S.A. disse...

Eu sou a bêbada amorosa!com a ingestão de quantidades quase suicidas de álcool, em ambiente social gosto de dar abracinhos compulsivamente =)

MarioJCastro disse...

ahhahha! OH tiago, és mesmo grande!
Não só em tudo o que fazes mas tambem a escrever em blogs!
Fodasse tou maravilhado!
Não consegui parar de rir enquanto lia!
Parece facill :DDD


Grande abraço broo!!! Força la!